Belvo

Veja como a Ferratum usa o Open Banking para oferecer mais empréstimos pessoais

Equipe Belvo

Equipe Belvo

Compartilhar

Veja como a Ferratum usa o Open Banking para oferecer mais empréstimos pessoais

Através das soluções da Belvo, a Ferratum acelera seu processo de análise e aprovação de crédito, atingindo mais pessoas e oferecendo melhores opções.

“O Open Banking é uma peça chave na nossa decisão de crédito”, é o que conta Guy Levy, General Manager da Ferratum Brasil. A empresa lançou em 2017 sua linha de crédito para os brasileiros, e está expandindo seu alcance no país ao oferecer a possibilidade de os usuários conectarem seus dados bancários à plataforma através da Belvo.

O grande objetivo da Ferratum é oferecer empréstimos pessoais de maneira fácil, descomplicada e completamente online. Uma parte importante deste processo é a análise de crédito do usuário, que ajuda a Ferratum a calcular o melhor empréstimo e também a medir os riscos envolvidos ao fornecer o crédito.

O Open Banking ajuda a empresa a fazer esta análise de forma rápida e simples tanto para o usuário quanto para a Ferratum. De origem europeia, a empresa já usava com sucesso o modelo em operações lá fora, porém o mercado brasileiro exigia uma solução específica e local. “O mercado brasileiro é muito dinâmico, com novas instituições emergindo constantemente e bancos e formatos mudando. A Belvo entrou em cena trazendo uma visão brasileira”, afirma Levy.

Desbloqueando um novo público

O público-alvo da Ferratum é um público mais jovem e que nasceu com a tecnologia. Desta forma, elementos como praticidade e rapidez são indispensáveis para a adoção do produto. “Eles não têm tempo de ficar mandando documentos, fax, escanear. Querem soluções ágeis”, afirma.

Ao permitir que os usuários concedam acesso às suas contas (somente em modo leitura) de forma rápida e segura com a Belvo, a Ferratum acelera o processo de aprovação de crédito e, de quebra, consegue oferecer melhores opções de empréstimo baseadas na situação financeira real do usuário.

A escolha da Belvo

Segundo Levy, a Belvo foi a empresa mais compatível com o perfil da Ferratum. “O time sempre foi muito atencioso, desde as questões comerciais até técnicas”. Entretanto, um dos motivos mais importantes para escolher a plataforma de Open Banking da Belvo foi em relação à qualidade dos dados, prioridade para a empresa. “Há uma grande qualidade, o que nos ajuda a aprovar mais clientes, usar melhor os leads que chegam até nós o que ajuda a diminuir o custo médio no final”, afirma.

Compartilhar

Mal podemos esperar para ouvir suas ideias!